Saint Seiya: The Lost Canvas (Anime)

Lost-Canvas-1

Atenção, escritora empolgada, provável ocorrência de palavras um tanto hããã… Feias.

Os Cavaleiros do Zodíaco, de Masami Kurumada, foi o primeiro anime que me lembro de ter visto, isso antes dos 10 anos de idade. Já naquela época era frustrante ver uns fracotes detonando minha tão querida mitologia grega. Quando tentei rever anos mais tarde, nossa que tortura (se bem que me arrancava risadas do tipo: Como eu pude gostar dessa coisa? O.O)

Ok, na época era o supra-sumo dos animes, eu sei, e tenho que admitir que foi graças e ele (e a InuYasha) que minha amizade com a Rafaella engrenou, láááá na sexta ou sétima série. Não só nos uniu como rendeu uma fanfic inacabada e toda bagunçada (as folhas caíram no chão e até hoje não tivemos paciência para colocar as mais de 100 folhas na ordem correta). Ainda tenho esperança de vê-la organizada e terminada.

Lançado em 2006, o mangá é um spin-off de Os cavaleiros do Zodíaco, mostrando as histórias e as batalhas entre os Cavaleiros de Atena e as Estrelas Malignas de Hades na época em que os lendários Dohko de Libra e Shion de Áries possuíam 18 anos.

Além de te fazer voltar à infância com toda aquela história de Guerreiros de Atena e Armaduras de Ouro, o anime mostra que nem sempre eles foram as merdas que a série clássica mostrava (eu entendo que os de bronze precisavam vencer os duelos, mas não era necessário fazer personagens tão patéticos, Misty, Afrodite, creeeedo). Os de Bronze aparecem claro, afinal o Pégasus continua sendo o principal protetor de Atena, mas até ele se mostrou melhor e menos patético de o Seya, e não tem Shun (isso é ótimo! Outro andrógeno idiota. ¬¬). Os cavaleiros de ouro então? Geeente, eu já imaginava que os da série clássica eram mais fracos que a geração anterior, mas eu não sabia que era tanto! Eu me lembro de ficar decepcionada, quer dizer, o Shura (cavaleiro do meu signo, Capricórnio) teve uma luta tão tosca contra o Shiryu, e o El Cid (de Lost Canvas), caramba, ele matou 4 deuses e ainda partiu a flecha de Sagitário, e isso tudo COM UM BRAÇO. E o Albáfica (de Peixes) como ele pode ser substituído por uma moça com O Afrodite, isso é inconcebível!

12_gold_saints_the_lost_canvas_by_dajs3010-d45tg8r

Até a Sasha (Atena) faz mais coisa que a Saori (da série clássica), ao menos ela não se entrega pra morte de graça, pelo contrário, ela participa mesmo da guerra, interfere e intercede por seus cavaleiros (Odiava a Saori por isso, ela só se entregava e esperava os de bronze de fu*** para resgatá-la ¬¬). Fora que tem Dohko e Shion lindos e maravilhosos (Como eu adoro esses dois!). Até as Estrelas Malignas de Hades melhoraram.

Outra coisa que eu adorei é mais murianos aparecem (murianos são originados de um continente perdido, sua maior característica são os poderes telecinéticos, os dois sinais na testa e a habilidade de restauração das armaduras sagradas, traduzindo, mais pessoas como Shion, Mu e Kiki). Até então eu conhecia somente esses três e achava que era um “requisito” para ser o guardião da casa de Áries, mas descobri que eles não estão limitados à primeira  casa. Eu sempre gostei de procurar sobre esse povo, tudo que foge muito do comum atrai minha atenção (nos animes).

Eu fiquei muito empolgada com o anime, de toda a franquia (ainda tem o Sait Seya Omega, que pelo que entendi, mostra o que aconteceu depois da série clássica) The Lost Canvas é o que mais tem recebido elogio dos fãs (principalmente dos que viveram a época da série clássica), não me arrependo nem um pouco, ainda quero revê-la futuramente, e já intimei a Rafaella pra assistir também. OK, muita coisa deve ter passado despercebida de tão envolvida que eu fiquei, mas sério, muito melhor que a série clássica.

Sem pontos negativos? Na verdade tem um: NÃO TEVE FINAL!!!! QUE RAIVAAA!!! O anime estava tão bom! Bem que eu estranhei que 5 cavaleiros de ouro ficaram de fora das batalhas: Aquário , Sagitário (fez quase nada apesar de ter dado uma senhora ajuda ao El Cid), Gêmeos, Leão e Escorpião. E sabem o pior de tudo? Não existe sequer previsão para novos episódios. T-T

FullMetal Alchemist (Animes e Mangá)

fullmetal_alchemist

Mais um título lido graças à Central de Mangás Online.

Série de mangá no estilo shonen criada por Hiromu Arakawa em 2001, e recebeu duas adaptações para o anime, uma exibida entre 2005 e 2006 e a outra em 2009.

947291_517834848265352_703649875_nA história acompanha os irmãos Edward e Alfonse Elric na jornada em busca de recuperar seus corpos. Eu explico: Depois de serem abandonados pelo pai ainda muito pequenos, e de perderem a mãe pouco tempo depois os irmãos começam a pesquisar sobre alquimia (uma técnica que podia conseguir qualquer coisa, desde que fosse oferecido algo em troca) para ressuscitá-la. A lei máxima da Alquimia é a “Troca Equivalente”: transmuta-se um objeto reorganizando e recombinando as substâncias químicas que compõem o objeto (Destruição – Recombinação – Construção). Como um corpo humano é composto por diversos elementos químicos, em teoria, pode-se criá-lo misturando os elementos certos edward-elric-fullmetal-alchemist-brotherhood1e em suas devidas proporções. Pondo esta teoria na prática, é quebrado o maior tabu da Alquimia: a Transmutação Humana. Obviamente, se desse tudo certo, não haveria anime: o resultado da transmutação foi um monstro desfigurado e sem alma e o preço cobrado pelo Portal da Verdade caiu sobre os dois: Edward perdeu sua perna esquerda, e Alfonse, todo o seu corpo. Desesperado pela perda de seu irmãozinho, Ed sacrifica seu braço direito e liga a alma do irmão a uma armadura por meio de um selo de sangue.

alphonse-elric-fma-2Graças a Automails (próteses mecânicas) feitas pela Winry,amiga de infância dos dois,  os irmãos Elric iniciam a busca pela lendária pedra filosofal (única substancia capaz de ignorar a lei da troca equivalente). A determinação de Edward é tão grande, que ele até aceita ser chamado de cão do exercito, se tornando um Alquimista Federal com o título de Alquimista de Aço.

Ao longo da história, Ed e Al descobrem que existem outras pessoas (e criaturas) Fullmetal_Alchemist_Brotherhood_full_1186343que também buscam a substância lendária, e percebem que sua procura pode mudar drasticamente o futuro de uns pais inteiro.

A primeira adaptação para o anime foi feita durante a publicação do mangá, ou seja, mudanças foram feitas, e mudanças drásticas devo dizer, ela, simplesmente, terminou sem pé nem cabeça. Ainda assim, a história ficou ótima (e olha que se tem uma coisa que me tira do sério em um anime é quando ele termina faltando coisa para ser resolvida). Agradeço até hoje ao Diogo por ter me emprestado os DVDS dele, que por sinal foram os primeiros da minha coleção, juntamente com Hellsing.

fullmetal alchemist roy mustang riza hawkeye 1280x800 wallpaper_www.wallpaperhi.com_17Em 2009, foi lançado Fullmetal Alchemist: Brotherhood, propondo seguir a mesma linha do mangá. E se a primeira versão já tinha sido boa, a segunda ficou fodástica. A adaptação ficou EXCELENTE, a sequência do mangá foi bem respeitada, os personagens também foram respeitados e tudo foi finalizado e devidamente explicado. Tudo isso, somado a batalhas épicas e doses de humor na hora e na medida certa fizeram desse anime ficar numa posição bem alta do meu rank. (Não me peçam para coloca-los em ordem de preferência, pois isso é impossível)

Algo que eu achei muito interessante foi a evolução de Edwardimagesgd n ao longo dessa versão: ele sempre mostrou ser muito maduro (apesar de perder as estribeiras quando o chamam de baixinho), mas em algum momento na segunda metade do anime, ele deixou de ser um garoto e começou a passar a imagem de homem mesmo, isso me chamou atenção por que é uma coisa difícil de se ver.

Personagens favoritos? Vários! (alguns estão nas imagens)

Cenas marcantes? Incontáveis (chorei horrores nos dois animes E no mangá)

Apenas mais um comentário sobre o segundo anime e sobre o mangá: ambos possuem uma das declarações de amor mais nerds de todos os tempos, e uma das mais lindas também.

Supernatural – 8ª Temporada

Supernatural

Com o término dessa temporada, 6 das 9 séries que estou acompanhando entram em recesso. Duas estão sendo exibidas e a outra está prevista para começar no próximo mês.

Supernatural é, atualmente, a segunda séria com maior quantidade de episódios que eu vi: 172 episódios contados. A primeira ainda é CSI Las Vegas, com 263 episódios.

Mas chega de papo e vamos ao que interessa:

keep-calm-and-love-winchester tumblr_mcf4uigtgn1r2u7dao1_500

Exibida pelo canal norte-americano The WB desde Setembro de 2005, a série narra a história dos irmãos Sam (Jared Padalecki) e Dean Winchester (Jensen Ackles s2), que, continuando o negócio da família, caçam demônios e outras criaturas sobrenaturais (Bloody Mary, A mulher do espelho, seres mitológicos hindus, japoneses, greco-romanos, anjos, leviatãs, ceifadores, golens, a lista é enorme, e para todos os gostos).

Lá pela quinta ou sexta temporada, muitos fãs previam o cancelamento da série por que parecia ela estava ficando sem rumo, e que a série estava indo de mal a pior (como de fato, estão entre as piores temporadas), mas ela vem resistindo bravamente e, recuperando cada vez mais a fama de “melhor série em exibição do momento” (se é que já não recuperou).

Ela possui uns episódios que você para e pensa “Vou parar de assistir essa m***”, mas acredite, o episódio seguinte te faz desistir da ideia e ainda se culpar por ter dito um sacrilégio desses. xD

Bom, devido à quantidade de episódios vistos, eu não sei mais dizer qual foi a melhor ou a pior temporada, mas eu sei dizer que eu ainda não vi uma temporada terminar sem que eu dissesse ou ouvisse: “Agora ferrou (para não dizer outra palavra) de vez!”, e com a oitava temporada não foi diferente: os anjos estão caindo, Sam está (aparentemente) morrendo, os demônios estão soltos, Deus está desaparecido e, pelo que parece, pouco se importando com o que está acontecendo (o Cara está “off line” desde a temporada do apocalipse, sabemos que Ele está vivo, que sabe o que está acontecendo, desconfiamos de situações que Ele possa ter interferido, e só).

954603_383736965076260_1847229345_n

Personagem de destaque: DEAN! Sempre Dean Winchester! Irmão mais velho de Sam, além de lindo, ótimo caçador, bom estrategista (exceto em alguns episódios), cozinha bem, tem bom gosto para carros (o Chevy Impala 1967 é uma das marcas registradas da série e maior xodó dele), é fã de animes, jogador de RPG (um dos episódios, não lembro se foi da sétima ou da oitava temporada, mostra o Dean todo bobo com um grupo de RPG do estilo live action (a pessoa se veste (literalmente) do personagem e joga atuando)). E é o melhor criador de pérolas da série.

keep-calm-and-love-jensen-ackles-33

A trilha sonora da série não pode ser esquecida: Led Zeppelin e AC/CD são alguns exemplos do que se pode ouvir. Embora não tenha uma trilha sonora fixa, Supernatural privilegia o Rock clássico, principalmente em parceria com algo mais orquestrado.

A nona temporada já está confirmada, e provavelmente estreará na metade do próximo semestre.

Semana 3 – Um Livro que te Fez Chorar

Semana 3

Essa é fácil: Harry Potter e As Relíquias da Morte de J. K. Rowling.

Ainda está muito nítida na minha cabeça a semana que eu li o meu exemplar: ele tinha chegado em uma quarta-feira (15 de jan de 2008) ,eu estava tentando terminar o ultimo conto de As Crônicas de Nárnia. Devo ter acelerado horrores de tão empolgada que eu estava, tanto que comecei no dia seguinte, acho que às 10 da manhã (eu estava de férias). Sem brincadeira, eu fui dormir quase 2 da manhã com minha mãe me mandando ir pra cama por causa da luz do meu quarto.

Terminei de ler dois dias e meio depois e meus olhos estavam inchados e vermelhos de tanto chorar, eu tive que parar umas duas ou três vezes ao longo do livro (principalmente na parte final) por que eu não conseguia segurar as lágrimas.

Acho que não foi pelo fato de ser uma sequência tensa, mas era a parte final da série. Quando eu fechasse o livro, Harry Potter seria uma lembrança incrivelmente feliz da minha adolescência, uma fase boa que eu não queria deixar pra trás. Todos os personagens da série estiveram comigo por anos, e por ter sido a primeira coleção da minha biblioteca, ela tinha (e ainda tem) um significado muito grande para mim. Me decepcionei muito com o filme de A ordem da Fênix e  bati o pé dizendo que não veria a adaptação do ultimo (como de fato não vi), então a sensação de ter tudo acabado foi terrível. De certa forma também foi um alivio por que eram os livros mais grossos que eu tinha lido na época, desconsiderando Nárnia, já que não estamos falando de livros individuais (se separarmos as crônicas narnianas, elas viram fichinhas em relação a HP).

medfrd0601

Aproveitando a postagem, dia 25 de Maio é o Dia do Orgulho Nerd, ou Dia do Orgulho Geek, é uma iniciativa que defende o direito de toda pessoa ser um nerd ou um geek, livre de taxações e preconceitos (fiquei sabendo hoje pelo facebook).

A data foi escolhida como para comemorar a première do primeiro filme da série Star Wars, o Episódio IV: Uma Nova Esperança, em 25 de maio de 1977,mas divide o mesmo dia com outro “feriado” de fãs semelhantes: o Dia da Toalha, para os fãs da “trilogia” O Guia do Mochileiro das Galáxias, em homenagem ao seu escritor Douglas Adams. A iniciativa começou na Espanha em 2006, e graças à internet tem se espalhado rapidamente entre o publico nerd/geek.

408560_458838234170647_1096558223_nNão me prendo a um gênero especifico de nerdisse, meu ramo é juntar e misturar tudo: RPG, filmes, séries, animes e estilos (este ainda em árduo desenvolvimento). Uma das minhas diversões é destrinchar meus assuntos favoritos, e minha obsessão é colecionar livros. Diga algo contra meus preciosos hobbies e os defenderei com unhas e dentes (Aqui entra o ditado: brigo com minhas amizades, mas não mudo minhas nerdisses… ou algo do tipo)